PUBLICIDADE
Covid-19

Combater fuga de capitais garante metade da verba necessária em África

28 | 09 | 2020   19.00H

A organização das Nações Unidas para o comércio estimou hoje que o continente africano podia garantir quase metade dos 200 mil milhões de dólares que precisa para enfrentar a pandemia se conseguisse eliminar a fuga de capitais.

"Combater a fuga de capitais e os fluxos financeiros ilícitos em África podia gerar novos fundos para responder à crise de covid-19 no continente", lê-se no relatório sobre o Desenvolvimento Económico em África 2020, hoje lançado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD).

"Os países africanos precisam de angariar pelo menos 200 mil milhões de dólares [171 mil milhões de euros] para lidar com os custos socioeconómicos da pandemia de covid-19, para além dos gastos de emergência em saúde", lê-se no relatório, que dá conta que "88,6 mil milhões de dólares [76 mil milhões de euros] saem do continente todos os anos na forma de fuga ilícita de capitais, que representa riqueza que sai e fica fora do continente".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • A ONU está ao serviço do sionismo, da destruição dos estados-nações, do fim do dinheiro físico e das vacinas que hão-de controlar o número de habitantes da Terra. Comecem por impedir que os governantes roubem em vez que quererem lançar mais impostos sobre o POVO. São os vossos que através do BM, FMI, das diversas agências que ajudam a que eles roubem quem trabalha. Fim das agências da ONU, só deve ficar a Assembleia Geral e o Conselho de Segurança.
    Dono dos Burros | 28.09.2020 | 21.19Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE