PUBLICIDADE
Covid-19

'Cluster' do mobiliário animado com recuperação das exportações em julho

08 | 10 | 2020   12.09H

As exportações do 'cluster' português do mobiliário acumulam um recuo homólogo de 23% nos primeiros sete meses do ano, penalizadas pela pandemia, mas a "ligeira subida" registada em julho está a animar as empresas, segundo a associação setorial.

"A média é, ainda, negativa, com uma descida de 23% das receitas oriundas de exportações entre janeiro e julho, face a igual período do ano de 2019, mas em julho houve um ligeiro aumento, de 166 milhões de euros em 2019 para 167 milhões em 2020, e a tendência levanta algum otimismo entre as empresas", refere a Associação Portuguesa das Indústrias de Mobiliário e Afins (APIMA) num comunicado divulgado hoje.

Esta "ligeira" recuperação em julho contrasta com as quebras dos últimos meses, resultantes do impacto da pandemia, e que inverteram o crescimento que a fileira - que integra setores como mobiliário, colchoaria, decoração, tapeçaria e iluminação - vinha registando.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE