PUBLICIDADE
Covid-19

Artista holandês encenou hibernação em Timor-Leste para alertar para isolamento

14 | 10 | 2020   06.28H

Um artista holandês a residir em Timor-Leste explicou hoje que uma experiência artística de "hibernação Corona", em que encenou um sono induzido de duas semanas, pretendeu ser apenas uma 'performance' para alertar para a questão do isolamento.

Camiel Van Lenteren explicou à Lusa que, na verdade, nunca esteve em sono induzido, e que a performance se insere, de facto, numa exposição que abre na próxima sexta-feira em Díli, intitulada "(IN)Humane", com várias instalações conceptuais, incluindo a própria caixa de madeira e o fato azul que supostamente usaria durante as duas semanas.

"Queria expressar, visualmente, as minhas preocupações com a situação atual", explicou à Lusa, incluindo "sobre o Antropoceno, o aquecimento global e a desflorestação, o isolamento social e a ansiedade".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE