PUBLICIDADE
Actualidade

Sporting critica arbitragem do 'clássico' e promete vencer "custe o que custar"

18 | 10 | 2020   00.16H

O presidente do Sporting, Frederico Varandas, criticou fortemente a arbitragem de Luís Godinho e a intervenção do VAR no jogo de sábado diante do FC Porto (2-2), da quarta jornada da I Liga de futebol.

O dirigente, que falava no auditório Joaquim Agostinho, no Estádio José Alvalade, disparou em vários sentidos, sustentando que, noutros palcos, o árbitro não teria revertido a decisão inicial de assinalar grande penalidade e expulsar Zaidu, com segundo amarelo, por falta sobre Pedro Gonçalves.

"Hoje (sábado), o Sporting está triste, porque perdeu dois pontos. O futebol português também de estar triste, porque teima em não mudar. Já vi o lance várias vezes. Este lance, da grande penalidade, sabem quando seria revertido no Estádio da Luz ou do Dragão? Nunca. O árbitro assinalou grande penalidade e, depois, o VAR vem decidir a intensidade", começou por dizer.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE