PUBLICIDADE
Covid-19

Músicos cabo-verdianos de "mãos atadas e de luto" protestam contra falta de atenção

18 | 10 | 2020   21.31H

Dezenas de músicos cabo-verdianos saíram hoje à rua "de mãos atadas e de luto" para manifestar a falta de atenção por parte das autoridades perante as dificuldades enfrentadas por causa das restrições da pandemia da covid-19.

 A manifestação foi convocada a partir da ilha do Sal e teve adesão ainda de músicos e profissionais das artes das ilhas de Santiago, Boa Vista e São Vicente - Santo Antão estava prevista mas cancelada -, e foi organizada precisamente no Dia Nacional da Cultura de Cabo Verde.

 Na Praia, ilha de Santiago, o protesto juntou cerca de duas dezenas de músicos na principal praça da cidade, vestidos de preto a significar o luto e de "mãos atadas" a demonstrar união e a denunciar as dificuldades que têm enfrentado por causa das restrições impostas no país para evitar a propagação da covid-19.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE