PUBLICIDADE
Actualidade

Ex-presidente do Burundi entre condenados a prisão perpétua por morte de sucessor

20 | 10 | 2020   17.28H

O antigo presidente do Burundi Pierre Buyoya foi hoje condenado a prisão perpétua, juntamente com outras 18 pessoas, pelo envolvimento no assassinato de Melchior Ndadaye, eleito democraticamente para a presidência em 1993, cuja morte desencadeou uma guerra civil.

A sentença foi emitida hoje pelo Supremo Tribunal do Burundi, segundo o portal Iwacu, citado pela agência noticiosa Efe.

Pierre Buyoya, que tem desempenhado funções de alto representante da União Africana para o Mali e o Sahel desde 2013, não esteve presente no julgamento, considerando que o processo teve motivações políticas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE