PUBLICIDADE
Actualidade

Vitória de Guimarães recorre do castigo aplicado no âmbito do 'caso Marega'

22 | 10 | 2020   18.19H

O Vitória de Guimarães anunciou hoje que vai recorrer do castigo de três jogos à porta fechada imposto pela Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto (APCVD), devido aos insultos racistas dirigidos ao futebolista Marega.

A entidade adiantou hoje à Lusa que um despacho "exarado" na terça-feira, com conhecimento dos minhotos, puniu o clube da I Liga com uma "sanção acessória de realização de três espetáculos desportivos à porta fechada, com início do cumprimento da sanção após regresso do público aos espetáculos desportivos", mas o Vitória, em comunicado, criticou a forma como a APCVD conduziu o processo e anunciou o recurso.

"Não podendo deixar de registar que esta decisão tenha sido publicamente pré-anunciada pelo Presidente da APCVD, Rodrigo Cavaleiro, ao arrepio de todas as formalidades processuais, o Vitória Sport Clube informa que vai apresentar o competente recurso", lê-se na nota publicada pelos vimaranenses.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE