PUBLICIDADE
Actualidade

Número dois do Aurora Dourada recusa entregar-se às autoridades gregas

23 | 10 | 2020   09.45H

O número dois do partido de extrema-direita Aurora Dourada, Christos Pappas, recusa entregar-se às autoridades gregas, após a emissão de mandados de prisão pela justiça contra vários membros do partido na quinta-feira, disse hoje o advogado do político.

O advogado de Pappas, ideólogo e membro histórico do partido Aurora Dourada, anunciou hoje que o político não se entregaria às autoridades e buscas policiais foram realizadas sem sucesso em várias propriedades na tentativa de o encontrar, de acordo com a televisão pública grega ERT.

Pappas, de 58 anos, foi este mês condenado a 13 anos de prisão após um julgamento histórico no Tribunal Criminal de Atenas, no qual outros membros do partido foram também condenados por pertencerem a uma "organização criminosa".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE