PUBLICIDADE
Actualidade

Joselito faz pranchas em Portugal e quer ajudar Cabo Verde a dinamizar o surf

26 | 10 | 2020   05.30H

O 'shaper' cabo-verdiano Joselito Rosário aprendeu a construir pranchas de surf em Portugal, antes mesmo de se apaixonar pelas ondas, e agora sonha em aplicar a sua arte em Cabo Verde, onde os campeonatos de surf têm cada vez maior relevância.

Com as iniciais do seu nome (JR) inscritas no boné - a marca das pranchas que constrói para si - Joselito contou à Lusa que trabalhava em oficinas, bate chapas, mecânica e pintura, antes de vir para Portugal, em 2012. A destreza com as mãos deu-lhe jeito no seu primeiro emprego, numa fábrica de pranchas.

Atento e com sede de aprender, não passou muito tempo até ser convidado a iniciar-se nas etapas que culminam na construção de uma prancha.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE