PUBLICIDADE
Actualidade

Investimento Direto Estrangeiro em África caiu 28% no primeiro semestre - UNCTAD

27 | 10 | 2020   06.01H

A Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) anunciou hoje que os fluxos de Investimento Direto Estrangeiro (IDE) para África caíram 28%, para 16 mil milhões de dólares, no primeiro semestre devido à pandemia.

"Os fluxos de IDE para África caíram 28%, para 16 mil milhões de dólares [13,5 mil milhões de euros], na primeira metade do ano, com os anúncios de novos projetos a caírem 66% e as aquisições e fusões transfronteiriças a registarem uma queda de 44%", lê-se no relatório Monitor de Tendências de Desenvolvimento, hoje divulgado.

No documento, alerta-se que "as economias baseadas nos recursos naturais estão a ser as mais afetadas" e especifica-se que os fluxos de investimento para a África subsaariana caíram 21%, para cerca de 12 mil milhões de dólares, um pouco mais de 10 mil milhões de euros.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE