PUBLICIDADE
Actualidade

Polícia detém 25 ativistas em protestos contra abate de árvores sagradas na Austrália

27 | 10 | 2020   07.14H

O abate de árvores de grande importância espiritual e cultural para um povo aborígene na Austrália, para construir uma estrada, provocou hoje protestos, durante os quais 25 ativistas foram detidos.

A controvérsia aprofundou-se com a destruição, a cerca de 200 quilómetros a noroeste de Melbourne, na segunda-feira, da "árvore das direções", um 'Eucalyptus melliodor' com 350 anos de idade que é de grande importância para as mulheres da etnia Djab Wurrung, que frequentemente misturam as placentas dos seus bebés com as sementes das árvores.

Através desta prática cultural, o povo aborígene, muito ligado à natureza, procura criar uma ligação espiritual entre os recém-nascidos e os seus antepassados, proporcionando-lhes um lugar para se orientarem ao longo das suas vidas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE