PUBLICIDADE
Actualidade

China diz que não se fechará ao mundo na procura por autossuficiência tecnológica

30 | 10 | 2020   06.24H

A China garantiu hoje que não se vai fechar ao mundo, ao priorizar o mercado interno, a melhoria da qualidade da produção e a autossuficiência tecnológica, objetivos delineados por Pequim para os próximos cinco anos.

"Não vamos fechar a porta ao mundo, antes pelo contrário", disse o Ministro da Ciência e Tecnologia chinês, Wang Zhigang, na conferência de imprensa, sobre o novo plano quinquenal (2021-2025), delineado durante a quinta sessão plenária do 19º Comité Central do Partido Comunista Chinês (PCC).

"A China precisa cada vez mais do mundo e de melhorar a sua tecnologia", acrescentou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE