PUBLICIDADE
BPN

Administração do Banco Efisa dissolvida

13 | 11 | 2009   10.37H

A administração liderada por Bandeira decidiu afastar Abdool Vakil por ter extravasado "as suas competências legais, de gestão corrente, apesar dos ditames da lei e de expressamente lhe ter sido comunicado que não o poderia fazer", segundo um comunicado enviado pelo BPN.

Francisco Bandeira acrecentou ainda que a administração do Banco Efisa se "recusou a adoptar as recomendações da auditora Deloitte, em relação às contas dos exercícios de 2007 e 2008, tornou-se necessário que, em Junho de 2009, o Conselho de Administração do Banco Português de Negócios transmitisse ao Conselho de Administração do Banco Efisa, em funções, "instruções vinculantes", de acordo com a lei, nos exactos termos das recomendações da auditora Deloitte".

O novo Conselho de Administração do Banco Efisa passa a ser composto pelos mesmos membros do Conselho de Administração do Banco Português de Negócios.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: Luis Aniceto/Destak
Administração do Banco Efisa dissolvida | © Luis Aniceto/Destak
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE