PUBLICIDADE
Actualidade

Prémio Nobel da Física japonês pioneiro no estudo de neutrinos morre aos 94 anos

13 | 11 | 2020   05.23H

O físico japonês Masatoshi Koshiba, vencedor do Prémio Nobel da Física pelos estudos pioneiros sobre deteção de neutrinos, morreu na noite de quinta-feira, aos 94 anos, num hospital de Tóquio, informou hoje a emissora pública, NHK.

Nascido em setembro de 1926 na cidade de Toyohashi, na costa leste do Japão, Koshiba formou-se na Faculdade de Ciências da Universidade de Tóquio e obteve o doutoramento na Universidade de Rochester, em Nova Iorque, nos EUA, na década de 1950.

Nos anos 80, estabeleceu um observatório subterrâneo numa mina em Kamioka, que hoje forma a cidade de Hida, conhecido em japonês como Kamiokande, destinado ao estudo dos neutrinos solares e atmosféricos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE