PUBLICIDADE
Actualidade

Casal e filho acusados de sujeitar 14 pessoas a trabalho escravo em Espanha

17 | 11 | 2020   14.55H

Um casal e o filho sujeitaram pelo menos 14 pessoas a trabalho escravo em explorações agrícolas de Espanha, entre 2011 e 2016, acusa o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto, em despacho hoje divulgado.

"O Ministério Público considerou indiciado que de 2011 a 30 de agosto de 2016, arguidos e arguida levaram de Portugal para Espanha (para La Rioja e Léon), para trabalhar em explorações agrícolas, pelo menos 14 pessoas, algumas das quais por mais que uma vez", refere uma nota da Procuradoria Geral Regional do Porto, numa síntese da acusação.

Em La Rioja, os trabalhadores foram alojados num armazém agrícola, enquanto em Léon ficaram distribuídos por uma garagem, um curral e uma pocilga, segundo o despacho de acusação emitido pela 10.ª secção do DIAP/Porto.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE