PUBLICIDADE
Actualidade

Sindicato diz que PREVPAP na RTP é "embaraço absoluto" e empresa garante cumprir regras

18 | 11 | 2020   20.42H

O Sinttav - Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Telecomunicações e Audiovisuais afirma que o programa de vinculação de precários na RTP é um "embaraço absoluto", mas a empresa garante que está a cumprir regras.

Numa carta aberta enviada à ministra da Cultura, Graça Fonseca, à ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e ao responsável pela pasta das Finanças, João Leão, a estrutura sindical é muito crítica acerca da implementação do PREVPAP [Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários da Administração Pública] no canal público.

"O balanço final do PREVPAP na RTP é um embaraço absoluto", diz a estrutura, garantindo que a empresa não está a respeitar a antiguidade destes trabalhadores precários na altura de avançar com a integração. Em causa estão funcionários contratados através de empresas de fornecimento de mão-de-obra ('outsourcing').

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE