PUBLICIDADE
Actualidade

Grupo extremista Estado Islâmico reivindica disparos no centro de Cabul

21 | 11 | 2020   14.10H

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou os disparos que mataram hoje oito pessoas no centro de Cabul, perto da zona onde se situam embaixadas e empresas internacionais.

Com "28 'rockets' Katioucha", os "soldados do califado fizeram mira para a zona (...) onde estão localizados o edifício da presidência afegã, as embaixadas dos países cruzados e o quartel general das forças afegãs", diz o comunicado de imprensa publicado nos canais da organização jihadista Telegram.

Pelo menos oito pessoas morreram e 31 ficaram feridas na sequência da explosão, na madrugada de hoje, de cerca de 23 morteiros em diferentes partes da capital do Afeganistão, disse o porta-voz do Ministério do Interior afegão.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE