PUBLICIDADE
Actualidade

Papa desafia jovens a rejeitarem consumismo e a terem "grandes sonhos"

22 | 11 | 2020   10.56H

O Papa desafiou hoje os jovens católicos a rejeitarem uma mentalidade "consumista" e o "pensamento dominante", que descarta os mais necessitados, e pediu-lhes "grandes sonhos", que alarguem "horizontes" e não os deixem "estacionados nas margens da vida".

Na homilia da missa da solenidade de Cristo Rei, a que presidiu na Basílica de São Pedro e na qual participou a delegação portuguesa que recebeu, no final da cerimónia, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), o chefe da igreja católica convidou os jovens a assumirem "escolhas vigorosas, decisivas e eternas".

A entrega dos símbolos, a Cruz Peregrina, com 3,8 metros de altura, e a réplica do ícone de Nossa Senhora 'Salus Populi Romani', que retrata a Virgem Maria com o Menino nos braços, deveria ter acontecido em abril, mas devido à pandemia da covid-19 foi adiada para hoje.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE