PUBLICIDADE
Actualidade

Mário Ferreira diz que houve "um alinhamento de ideias" com Prisa e rejeita concertação

24 | 11 | 2020   22.04H

O presidente da Media Capital, Mário Ferreira, remeteu para quarta-feira uma resposta ao regulador CMVM, que considerou haver concertação entre a Prisa e a Pluris, salientando que o que houve foi "um alinhamento de ideias".

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) considera que houve exercício de concertação entre a Pluris Investments (de Mário Ferreira) e a Prisa (Vertix) na Media Capital, determinando que o empresário Mário Ferreira lance no prazo máximo de cinco dias, que termina na quarta-feira, uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) obrigatória sobre 69,78% do capital da dona da TVI,

"O que posso dizer é que nós achámos que estávamos alinhados e havia um alinhamento de estratégia futura, que está previsto aliás na lei", afirmou Mário Ferreira, na primeira conferência de imprensa desde que foi eleito presidente da Media Capital, durante o dia de hoje.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE