PUBLICIDADE
OE2021

ARAN "indignada" com limitação de incentivos fiscais aos veículos híbridos

25 | 11 | 2020   15.06H

A Associação Nacional do Ramo Automóvel (ARAN) manifestou-se hoje "indignada" com a limitação dos incentivos fiscais aos veículos híbridos e híbridos 'plug-in', acusando o Governo de "destruir o setor" para viabilizar o Orçamento do Estado para 2021 (OE2021).

"Este é um orçamento mau para o setor, que ficou péssimo para garantir a sua aprovação. Esta é uma medida que parece preferir um parque automóvel antigo e mais poluente. O Governo está a destruir um setor para garantir votos de apoio no Orçamento do Estado", afirmou o presidente da ARAN, Rodrigo Ferreira da Silva, em declarações à agência Lusa.

Apelando "ao retrocesso desta proposta", a associação avisa que, "alinhada com a redução de impostos aos veículos usados importados, acentuará as dificuldades económicas do setor, assim como o envelhecimento do parque automóvel, já com a idade média de 12,7 anos, a mais alta de sempre".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE