PUBLICIDADE
Covid-19

'Startup' portuguesa usa plástico dos oceanos para criar máscaras de proteção

25 | 11 | 2020   17.18H

Uma 'startup' portuguesa incubada no Parque da Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC), designada Skizo, está a utilizar o plástico encontrado no oceano para produzir máscaras de uso profissional e comunitário de proteção, revelou hoje o responsável.

Em declarações à agência Lusa, André Facote, fundador da 'startup' Skizo, explicou hoje que no primeiro aniversário da empresa, em março de 2020, se viu "desafiado" pela pandemia da covid-19.

Com as vendas em território nacional, que representam 60% da faturação da 'startup', paradas "durante dois meses", a empresa, que transforma o plástico recolhido nos oceanos em calçado personalizado decidiu "arregaçar mangas" e "reinventar-se".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE