PUBLICIDADE
Dia Não Fumador

Peritos pedem lei mais restritiva, DGS diz que é cedo

16 | 11 | 2009   21.04H

O fórum, que reúne especialistas de várias entidades e sectores públicos, privados e sociais, apontou hoje em Lisboa ambiguidades à Lei do Tabaco, em vigor desde 2007, sugerindo várias outras recomendações.

Os peritos defendem a necessidade de criar um Observatório para garantir o cumprimento da lei, propondo ainda medidas como o financiamento de medicamentos de primeira linha para a cessação tabágica para todos os fumadores em programas de cessação.

Outra recomendação passa pelo aumento do preço do tabaco e do imposto, afectando “uma parte significativa” desse imposto a acções para o “controlo do tabagismo em geral e da cessação tabágica em particular, para a promoção da saúde e verificação da efectividade da lei”, explicou a porta-voz do Fórum Portugal sem Fumo, Ana Escoval.

O Fórum Portugal sem Fumo decorre na véspera do Dia Mundial do Não Fumador.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: DR
Peritos pedem lei mais restritiva, DGS diz que é cedo | © DR

3 comentários

  • Sandra, Há pessoas que morrem e/ou necessitam de transplantes simplesmente porque estão vivas. Devemos também arranjar aí uma legislação maluca e descabida contra a vida?
    Vamos lá a deixar os fanatismos de lado! Viver não é uma mera função fisiológica, não pode ser resumida a um "viver a qualquer custo" que no fundo se resume simplesmente a um "ter os órgãos vitais e funcionamento". Haverá sempre quem adoeça, com ou sem tabaco, e deverá, espero eu, haver sempre quem se preocupe e, pelo menos, tente tratar mas tratar num sentido humano não num sentido de possessividade ou obrigação. Viver e deixar viver é uma arte, "legislações duras" só criam zombies.
    SA | 17.11.2009 | 13.35Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Estive presente e deixei também o meu apelo ao Dr. Francisco George da DGS: - "Nem todos os fumadores acabam em cancro do pulmão; Há muitos que desenvolvem outras patologias que obrigam a um Transplante Pulmonar. Tendo em conta que vivemos num país em que o Transplante Pulmonar ainda é um tema delicado e com pouco exito, dever-se-á levar a legislação contra o tabaco de uma forma tão ligeira ou ser-se legislativamente mais duro?"
    http://transplantes-pulmonares.blogspot.com/2009/1 1/portugal-sem-fumo-2009-16112009-portal.html
    Sandra Campos | 17.11.2009 | 02.08H
  • Peritos em quê?!
    «controlo do tabagismo, cessação e promoção da saúde», nos tempos em que as coisas davam pelo nome próprio, a isto chamava-se fascismo...
    «criar um observatório» nesses mesmos idos tempos dava pelo nome de "arranjem-me um tacho". Enfim... como as coisas mudam!
    SA | 17.11.2009 | 00.23H
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE