PUBLICIDADE
Actualidade

Novo álbum do Grupo Vocal Olisipo revela obras esquecidas de compositores da Sé de Évora

26 | 11 | 2020   09.28H

O novo disco do Grupo Vocal Olisipo, "Herança", a sair em dezembro, é composto por 20 obras de polifonia portuguesa dos séculos XVI a XIX, vindas do arquivo da Sé de Évora, algumas em primeira audição moderna.

Entre estas obras esquecidas, que aqui são reveladas, em estreia moderna, encontram-se composições de Manuel Rebelo, Francisco José Perdigão, Afonso Lobo, Miguel Anjo do Amaral, Estevão Lopes Morago, Francisco Martins, André Rodrigues Lopo e Pedro Vaz Rego.

O grupo não edita há mais de um década, tendo sido possível ultrapassar as contingências da pandemia para gravar este disco no auditório da Escola Superior de Música de Lisboa, "que tem excelentes condições acústicas", disse à agência Lusa o maestro Armando Possante.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE