PUBLICIDADE
TAP

Sitava critica "forma irresponsável" como se fala de destruição de trabalho

28 | 11 | 2020   14.00H

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) criticou hoje a "forma irresponsável" como a administração e Comissão Executiva da TAP têm falado sobre despedimentos e diz que os números avançados são "estapafúrdios, provocatórios e irrealistas".

Em causa está o plano de reestruturação da companhia aérea que tem de ser entregue à Comissão Europeia até 10 de dezembro e que prevê cortes salariais transversais e despedimentos, segundo informação a que a Lusa teve hoje acesso, depois das reuniões entre o Conselho de Administração (CA), Comissão Executiva (CE) e sindicatos, que decorreram na sexta-feira.

"Quanto aos números apresentados, e de que se fala abundantemente na comunicação social, são, quanto a nós, apenas números perfeitamente estapafúrdios, provocatórios e irrealistas", considerou hoje o Sitava, em comunicado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE