PUBLICIDADE
Óbito/Eduardo Lourenço

Marcelo salienta "praticamente um século de serviço à pátria"

01 | 12 | 2020   11.00H

O Presidente da República afirmou hoje que Portugal está muito grato ao ensaísta Eduardo Lourenço, ao ter dedicado "praticamente um século de serviço" ao país.

"Portugal está-lhe muito, muito grato. Foi praticamente um século de serviço à nossa pátria", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, que falava aos jornalistas no final das comemorações do 1.º de Dezembro, em Lisboa.

O ensaísta Eduardo Lourenço, de 97 anos, morreu hoje, em Lisboa.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE