PUBLICIDADE
Actualidade

Eletrobras e Correios entre 115 privatizações anunciadas pelo Brasil para 2021

03 | 12 | 2020   00.48H

A estatal Eletrobras e os Correios estão entre os 115 ativos que o Governo brasileiro pretende privatizar ou levar a leilão em 2021, visando atrair 367 mil milhões de reais (58 mil milhões de euros) em investimentos privados.

A lista de bens privatizáveis foi divulgada na quarta-feira pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e fazem parte do plano desenhado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, defensor de uma política económica liberal e de uma ambiciosa redução do tamanho do Estado através da concessão de serviços públicos à iniciativa privada.

O cronograma do PPI prevê a desestatização de empresas como Eletrobras - a maior empresa de energia elétrica da América Latina e que tem o controlo direto de cerca de 220 empresas-, Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF), Empresa Gestora de Ativos (Engea), CeasaMinas, Empresa de Trens (comboios) Urbanos de Porto Alegre (Trensurb), Companhia Brasileira de Trens Urbanos de Minas Gerais (CBTU-MG), Correios, Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) ou Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE