PUBLICIDADE
Covid-19

Cientistas criam solução para auscultação convencional em infetados

15 | 12 | 2020   10.43H

Uma equipa de investigadores desenvolveu uma solução para possibilitar a auscultação convencional em pacientes covid-19, anunciou hoje a Universidade de Coimbra (UC), referindo a impossibilidade de utilização do estetoscópio na prática médica por risco de contágio.

A solução agora criada permite a ligação entre um estetoscópio colocado no doente infetado pelo novo coronavírus e o médico, através de um telemóvel android, um estetoscópio eletrónico comercial e uns auriculares, refere a UC, numa nota hoje divulgada.

"O estetoscópio é um instrumento essencial na prática da medicina", mas, face à pandemia de covid-19, "os médicos, especialmente os pneumologistas e internistas, foram obrigados a abandonar este meio de diagnóstico, devido às medidas de proteção individual exigidas aos profissionais de saúde e à imposição de uma distância segura dos pacientes infetados, para evitar o risco de contágio", explica a UC.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE