PUBLICIDADE
Actualidade

Agência estatal da China pede fim de longas horas de trabalho no setor tecnológico

05 | 01 | 2021   11.29H

A Xinhua, agência noticiosa oficial da China, pediu hoje menos horas de trabalho no setor de tecnologia do país, após a morte repentina, na semana passada, de uma jovem, funcionária de uma plataforma líder de comércio eletrónico.

A tragédia redirecionou a atenção para a "dor de uma cultura anormal de horas extras", descreveu a Xinhua, num editorial publicado hoje.

"Os sonhos devem ser perseguidos por meio do esforço, mas os direitos e interesses legítimos dos trabalhadores não devem ser sacrificados, e os empregadores podem estar a infringir a lei, ao encorajar o excesso de trabalho, o que prejudica a saúde", apontou a Xinhua.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE