PUBLICIDADE
UE/Presidência

Certificado de vacinação mutuamente reconhecido é "importante" -- Von der Leyen

14 | 01 | 2021   16.00H

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defende que um certificado de vacinação mutuamente reconhecido na União Europeia é "importante" e "saúda" a iniciativa do primeiro-ministro grego que pede que os indivíduos vacinados possam viajar livremente.

"É um requisito médico ter um certificado que comprova que se foi vacinado. Por isso, eu saúdo a iniciativa do primeiro-ministro grego [Kyriakos Mitsotakis] sobre um certificado de vacinação mutuamente reconhecido", frisa Ursula von der Leyen numa entrevista à agência Lusa e outros meios de comunicação social portugueses em Bruxelas.

A presidente da Comissão Europeia reage assim à uma carta que lhe foi endereçada por Mitsotakis no início da semana, onde o chefe do executivo grego defende que, ainda que não deseje tornar a vacina "obrigatória ou um pré-requisito para viajar", pede que "as pessoas que já foram vacinadas possam viajar livremente".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE