PUBLICIDADE
Covid-19

Faculdades de medicina defendem ensino presencial e vacinação de alunos

18 | 01 | 2021   19.47H

O Conselho das Escolas Médicas Portuguesas (CEMP) defende a continuação de um ensino médico "o mais presencial possível" e a vacinação dos alunos que estão em "ambiente hospitalar", disse hoje à Lusa o presidente, Henrique Cyrne Carvalho.

Falando numa posição unânime entre todos os diretores das faculdades de medicina, o também diretor do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto realçou a importância destes estudantes continuarem a beneficiar de modelos formativos em contexto hospitalar, ou seja, presencial.

"É muito importante que alunos, estudantes de medicina, continuem a beneficiar de modelos formativos em ambiente hospitalar relacionando-se de forma adequada com doentes e usando os equipamentos de proteção que o pessoal de saúde está a usar", afirmou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE