PUBLICIDADE
Actualidade

Opositor no Uganda diz que eleições "foram as mais fraudulentas" de sempre

22 | 01 | 2021   16.22H

O candidato presidencial da oposição no Uganda, Bobi Wine, acusou o Presidente de encenar um "golpe" para se manter no poder, depois das eleições de 14 de janeiro, apelando aos ugandeses para protestarem pacificamente.

"O Presidente cometeu um golpe contra a Constituição e contra o povo do Uganda", disse o popular cantor e opositor político do chefe de Estado, Yoweri Museveni, numa sessão online com os seus apoiantes feita em sua casa devido à prisão domiciliária a que está sujeito.

Para Bobi Wine, nome artístico de Robert Kyagulanyi, as eleições da semana passada, cujos resultados oficiais dão 58% do voto ao atual Presidente e 34% ao candidato opositor, foram uma forma de "brincar à democracia".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE