PUBLICIDADE
Covid-19

PR guineense decreta estado de calamidade para os próximos 30 dias

23 | 01 | 2021   18.20H

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, decretou hoje estado de calamidade por um período de 30 dias e avisou que a situação poderá ser alterada "a qualquer momento" se assim o exigir.

Segundo o diploma, a que a Lusa teve acesso, estão restritos alguns direitos, liberdades e garantias de todos os cidadãos nacionais e estrangeiros que se encontrem no território da Guiné-Bissau.

A medida, refere ainda o decreto presidencial de Umaro Sissoco Embaló, é a resposta do país perante o aumento de casos de infeção pela covid-19 perante a ameaça do surgimento de uma nova estirpe do vírus da qual o país não terá condições de lutar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE