PUBLICIDADE
Covid-19

Ensino de mais de metade dos alunos do mundo ainda com instabilidade - UNESCO

24 | 01 | 2021   05.00H

Mais de metade da população estudantil mundial ainda tem perturbações significativas no ensino um ano após o eclodir da pandemia de covid-19, com escolas fechadas em 31 países e horários reduzidos em 48, indica a UNESCO.

Num balanço divulgado hoje, Dia Internacional da Educação, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) diz que a pandemia de covid-19 fez perder a nível mundial dois terços de um ano académico e que atualmente 800 milhões de estudantes ainda enfrentam perturbações na sua educação.

Os dados (divulgados no mapa de monitorização interativa da página da UNESCO) mostram que a nível mundial as escolas foram totalmente encerradas durante uma média de 3,5 meses desde o início da pandemia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE