PUBLICIDADE
Covid-19

Cabo Verde recupera do maior choque desde a independência e cresce 3% - ONU

25 | 01 | 2021   20.17H

A analista do Departamento das Nações Unidas para Assuntos Económicos e Sociais (UNDESA) que segue as economias lusófonas disse hoje à Lusa que Cabo Verde enfrentou o maior choque desde a independência e deverá crescer 3% este ano.

"A economia de Cabo Verde é das mais afetadas pela pandemia, foi o pior choque desde a independência, e estimamos que no ano passado o PIB tenha contraído mais de 8%, possivelmente 11%, devido à queda das receitas internacionais do turismo, que chegaram a cair 91% no segundo trimestre de 2020", afirmou Helena Afonso.

Em entrevista à Lusa sobre Cabo Verde a propósito da divulgação do relatório do UNDESA sobre a Situação Económica e Perspetivas Mundiais, hoje em Nova Iorque, a analista salientou que "o turismo vale metade das exportações de bens e serviços" e "é uma fonte muito importante de receitas".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE