PUBLICIDADE
TAP

Técnicos de Manutenção só aceitam cortes com introdução de medidas de eficiência

27 | 01 | 2021   16.46H

O Sindicato dos Técnicos de Manutenção de Aeronaves (Sitema) disse hoje que só aceita cortes no salário e redução de horários, no âmbito da reestruturação da TAP, caso sejam implementadas medidas de eficiência que permitam ganhos de produtividade.

Num comunicado emitido no dia em que a estrutura sindical esteve na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, no parlamento, o Sitema deu conta da proposta que a companhia aérea fez, durante as negociações com os trabalhadores, que diz incluir "medidas de redução correspondentes a uma perda de vencimento para os TMA [técnicos de manutenção de aeronaves] de 43% e não de 25% como a administração da empresa e o Governo têm vindo a anunciar" e acrescentando que já fez chegar uma contraproposta à empresa.

Esta contraproposta, que o sindicato diz atingir os mesmos objetivos, tem "a sua implementação voluntária por parte dos TMA condicionada à participação dos trabalhadores na redefinição de um desenho operacional que contribua para o aumento da rentabilidade e para a redução de gastos desnecessários na operação da TAP", lê-se na mesma nota.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE