PUBLICIDADE
PRR

Carta aberta a António Costa critica ausência da Cultura no Plano de Recuperação

19 | 02 | 2021   11.27H

Uma carta aberta assinada por 45 personalidades e estruturas artísticas, dirigida ao primeiro-ministro, António Costa, critica hoje a ausência de propostas de investimento do Governo, na Cultura, no Plano de Recuperação e Resiliência a apresentar em Bruxelas.

Na carta enviada à agência Lusa, os signatários, que vêm das áreas do teatro, dança, cinema, produção e gestão cultural, e da investigação em ciências humanas, manifestam estranheza "que a cultura não esteja presente, nas suas variadas áreas", na criação, património, fruição, acesso e dimensões de capacitação tecnológica, infraestruturas e internacionalização, na versão do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que se encontra em consulta pública.

"A omissão da Cultura neste plano, a médio prazo, terá consequências económicas, sociais e políticas de larga escala. Numa época em que a coesão democrática é um tema de preocupação transversal, parece-nos um erro grave que o nosso Governo opte por não investir no futuro de um setor tão fundamental para essa coesão", escrevem, exigindo a inclusão desta área no plano, divulgado na terça-feira.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE