PUBLICIDADE
Actualidade

Parlamento canadiano reconhece "genocídio" dos chineses uigures

23 | 02 | 2021   08.44H

O parlamento do Canadá adotou na segunda-feira uma moção não vinculativa que compara o tratamento dado pela China aos chineses da minoria étnica chinesa de origem muçulmana uigur a um "genocídio".

A China considerou a moção, apresentada por iniciativa dos conservadores, da oposição, como "provocação maliciosa".

A moção foi aprovada por unanimidade na Câmara dos Comuns por 266 votos em 338, apelando ao governo de Justin Trudeau para que concorde com esta opinião.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE