PUBLICIDADE
Actualidade

Malásia deporta 1.086 migrantes para Myanmar contra ordem judicial

23 | 02 | 2021   11.43H

As autoridades de imigração da Malásia anunciaram hoje ter deportado 1.086 migrantes para Myanmar, desobedecendo a uma ordem judicial para suspender o repatriamento após um apelo de duas organizações de direitos humanos.

Poucas horas antes, um tribunal superior ordenou a suspensão por um dia da deportação de 1.200 migrantes de Myanmar (antiga Birmânia) para ouvir um apelo da Amnistia Internacional da Malásia e da Acesso ao Asilo Malásia, que disseram haver refugiados, requerentes de asilo e menores entre as que estavam a ser deportadas.

O chefe dos serviços malaios de imigração, Khairul Dzaimee Daud, garantiu, em comunicado, que 1.086 pessoas tinham concordado em voltar para casa voluntariamente e enfatizou serem todos cidadãos de Myanmar, não havendo no grupo refugiados muçulmanos rohingya ou requerentes de asilo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE