PUBLICIDADE
Actualidade

Cabo Verde defende lugar permanente para África no Conselho de Segurança da ONU

23 | 02 | 2021   18.12H

O Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, defendeu hoje uma reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas que "faça justiça" a África, o único continente sem representação permanente no mais importante órgão da organização.

"É fundamental a reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas para que possa haver uma representação mais justa e adaptada aos tempos de hoje. Tem de se fazer justiça a África, o único continente não representado de forma permanente", disse Jorge Carlos Fonseca.

O chefe de Estado cabo-verdiano falava hoje durante o primeiro dia dos encontros "Triângulo Estratégico: América Latina - Europa - África", espaço de diálogo político e económico, promovido pelo Instituto para a Promoção da América Latina e Caraíbas (IPDAL).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE