PUBLICIDADE
Covid-19

Bombeiros da região de Lisboa transportaram mais de 2.500 doentes entre 16 e 30 de janeiro

23 | 02 | 2021   20.08H

Os bombeiros da região de Lisboa e Vale do Tejo efetuaram, entre 16 e 30 de janeiro, mais de 2.500 transportes de doentes suspeitos e confirmados de covid-19, segundo o último relatório do estado de emergência hoje divulgado.

O relatório referente ao estado de emergência entre 16 e 30 de janeiro e entregue na Assembleia da República indica que, durante este período, foi operacionalizada, numa parceria entre a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e INEM, com o apoio dos corpos de bombeiros, uma estrutura de triagem inicial no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, para fazer face "ao elevado fluxo de doentes ao serviço de urgência".

O documento, realizado pela Estrutura de Monitorização do Estado de Emergência, coordenada pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, precisa também que, a 30 de janeiro, estavam 596 bombeiros infetados com covid-19, bem como 1.235 em isolamento profilático.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE