PUBLICIDADE
Actualidade

Bastonário dos Advogados considera inconstitucional regime especial de expropriações

23 | 02 | 2021   20.11H

O regime especial para expropriações e servidões administrativas no âmbito de projetos do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) é "inconstitucional" e "atentatório do direito da propriedade privada, constitucionalmente consagrado", defendeu hoje o bastonário da Ordem dos Advogados.

Questionado pela Lusa sobre o novo enquadramento legal, que entra em vigor na quarta-feira, o bastonário dos advogados, Luís Menezes Leitão, disse entender que o diploma "é inconstitucional".

O bastonário refere que a Constituição determina que "a requisição e a expropriação por utilidade pública só podem ser efetuadas com base na lei e mediante pagamento de justa indemnização".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE