PUBLICIDADE
Myanmar

Junta militar demite embaixador junto das Nações Unidas

27 | 02 | 2021   18.51H

A junta militar no poder em Myanmar demitiu hoje o seu embaixador nas Nações Unidas, um dia após o distanciamento do diplomata relativamente ao regime que tomou controlo do país através de um golpe de estado.

Na sexta-feira, o embaixador de Myanmar na ONU, Kyaw Moe Tun, demarcou-se da junta militar no poder, pedindo o fim do golpe e exigindo da comunidade internacional a "ação mais forte possível" "contra os seus responsáveis.

"Precisamos da ação mais forte da comunidade internacional para terminar imediatamente o golpe militar, acabar com a opressão dos inocentes e restaurar o poder do povo no Estado", disse o diplomata.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE