PUBLICIDADE
Actualidade

Primeiro-ministro australiano apoia procurador-geral acusado de violação

04 | 03 | 2021   05.38H

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, confirmou hoje o seu apoio ao procurador-geral, um dia depois de este admitir ser o membro do Governo contra o qual tinham sido feitas acusações de violação, rejeitando-as categoricamente.

Há uma semana que a Austrália se questionava sobre a identidade do político acusado de violar, em 1988, uma adolescente de 16 anos, que se suicidou no ano passado, sem nunca apresentar formalmente queixa.

Devido às leis de difamação, muito rigorosas na Austrália, o nome do acusado não podia ser divulgado, a menos que fosse o próprio a fazê-lo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE