PUBLICIDADE
Actualidade

João Loureiro de volta a Portugal e afirma ter sido "utilizado" no caso do avião com cocaína

05 | 03 | 2021   18.42H

João Loureiro regressou hoje a Portugal e afirma ter sido "ingénuo" ou "utilizado" na situação que culminou na apreensão de mais de 500 quilogramas de cocaína num avião, no Brasil, sublinhando que foi "abruptamente envolvido num autêntico furacão".

"Poderei eventualmente (ou não) ter sido ingénuo ou utilizado. Mas repito: sou absolutamente alheio ao que se passou, que não imaginaria sequer nos meus maiores pesadelos e é completamente contrário aos meus princípios de vida e que passei aos meus quatro filhos", diz o empresário e advogado numa mensagem escrita enviada à agência Lusa, após aterrar no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Assumindo que "ansiava" por este dia, e que "finalmente" está em Portugal, João Loureiro reconhece que não é o mesmo "que há pouco mais de um mês [27 de janeiro] saiu" do país a bordo do Falcon 900 da empresa OMNI - executive aviation, que descolou do Aeródromo Municipal de Tires, em Cascais, rumo ao Brasil.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE