PUBLICIDADE
Covid-19

Empresários à espera da recuperação não pararam investimentos no turismo em Cabo Verde

08 | 03 | 2021   05.01H

O presidente da Câmara de Turismo de Cabo Verde, Gualberto do Rosário, garante que os empresários não deixaram de investir, apesar do forte impacto da pandemia, esperando um crescimento ainda mais pujante no setor a curto prazo.

"Uma vez resolvida a questão da pandemia, admito que o setor retome a normalidade, eventualmente até com outra pujança, esperemos, como vinha crescendo. Os empresários de uma forma geral, tanto os nacionais como os investidores externos, percebem que é assim e estão a preparar-se para a retoma", afirmou o responsável, em entrevista à Lusa, mas admitindo que a maioria dos hotéis em Cabo Verde permanece encerrada, devido aos impactos da covid-19.

Cabo Verde fechou contratos num valor global superior a 833 milhões de euros em hotelaria e turismo, e mais de 6.000 empregos, desde o início da pandemia de covid-19, envolvendo dois megaempreendimentos, dois hotéis de cinco estrelas da cadeia Marriot e 21 investimentos com estatuto de utilidade turística, de acordo com dados oficiais compilados pela Lusa.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE