PUBLICIDADE
Covid-19

Teletrabalho obrigatório deve ser ponderado e moderado - UGT

30 | 03 | 2021   18.45H

A UGT defendeu hoje que a decisão do Governo de prolongar o teletrabalho obrigatório até ao final do ano "merece ponderação e moderação" e deve ser discutida na concertação social.

A central sindical considera, em comunicado, que seria "do mais elementar senso que a eventual prolongação da obrigatoriedade do teletrabalho fosse analisada e refletida em função da evolução epidemiológica, e não de estados de alma ou, porventura, de avisos à navegação, preparando os portugueses para um cenário que, não devendo ser de afastar, pelo menos deve ser ponderado".

"É uma medida avulsa e ponderada?", questiona a UGT para depois responder: "Cremos que não, até porque os sucessivos estados de emergência têm sido acompanhados por prudência dos órgãos políticos institucionais quanto aos seus efeitos, avaliados semanal ou quinzenalmente, em função da evolução da pandemia e do número de infetados e óbitos verificados".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE