PUBLICIDADE
Actualidade

Ministra do Trabalho cosidera Livro Verde como investimento estrutural no trabalho digno

31 | 03 | 2021   15.28H

A ministra do Trabalho esclareceu hoje que o Livro Verde sobre o Futuro do Trabalho não é uma proposta de regulamentação, mas sim um investimento estrutural na agenda do trabalho digno que tem de contar com o envolvimento de todos.

"Este é um documento chave de investimento estrutural, (...) que tem que ter o compromisso social de todos nas várias dimensões. No fundo isto é um caderno de encargos", disse Ana Mendes Godinho aos jornalistas após uma reunião de concertação Social.

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social apresentou aos parceiros sociais a proposta de Livro Verde sobre o Futuro do Trabalho, que irá ser discutido no âmbito da Comissão de Concertação Social ao longo do mês de abril, para ser colocado à discussão pública em maio.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE