PUBLICIDADE
Actualidade

Príncipe jordano diz que não obedecerá ordens para permanecer em casa

05 | 04 | 2021   09.20H

O príncipe Hamza, acusado de conspirar contra o seu meio-irmão, o rei Abdullah II da Jordânia, declarou que não obedeceria a ordens para ficar em casa, numa gravação de áudio publicada hoje na rede social Twitter.

"Claro que não vou obedecer (às ordens do chefe do Estado-Maior, general Youssef Huneiti) quando ele me diz que não tenho permissão para sair, para 'tweetar', para me comunicar com as pessoas e que só tenho permissão para ver minha família", disse o príncipe Hamza nesta gravação, em que fala por telefone com um interlocutor.

No sábado, o chefe do Estado-Maior foi à casa do príncipe Hamza para lhe pedir que cesse "todos os movimentos e atividades que visam a segurança e estabilidade da Jordânia", mas a reunião correu mal, disse no domingo o vice-primeiro-ministro, Aymane Safadi.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE