PUBLICIDADE
Moçambique/Ataques

Cerca de 30 mil pessoas precisam de apoio urgente no distrito de Palma -- Governo

05 | 04 | 2021   21.12H

O Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) de Moçambique anunciou hoje que cerca de 30 mil pessoas que continuam escondidas no distrito de Palma precisam de apoio urgente para os próximos 30 dias.

"Desde o dia 24 [em que ocorreram os ataques de grupos armados à vila], cerca de 30 mil pessoas estão estimadas como sendo pessoas deslocadas que estão em Palma", afirmou o diretor da Área de Prevenção e Mitigação do INGD, César Tembe.

Tembe avançou que a assistência humanitária ao referido grupo de deslocados está avaliado em cerca de 41 milhões de meticais (pouco mais de 522 mil euros) só para os próximos 30 dias.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE