PUBLICIDADE
EUA

Al-Qaeda reivindica tentativa de atentado contra voo da Delta-Northwest Airlines

28 | 12 | 2009   21.02H

De acordo com um comunicado publicado na Internet por uma divisão regional da rede, o passageiro terrorista, identificado como Umar Faruk al-Nigiri, estava na posse de um "artefacto tecnologicamente avançado", mas, devido a "falha técnica", o explosivo não detonou.

A reivindicação do braço da rede terrorista na Península Arábica contraria a versão inicial dos investigadores de que o nigeriano agiu sozinho na tentativa de fazer explodir o voo 253 da Delta-Northwest Airlines, quando sobrevoava a cidade norte-americana de Detroit, no último dia 25.

O comunicado foi divulgado junto com uma foto de Abdul Mutallab (nome atribuído pela rede terrorista a Umar Faruk al-Nigiri), de 23 anos de idade, que é descrito pela Al-Qaeda na Península Arábica (AQAP) como "irmão nigeriano".

Afirma ainda que o terrorista destruiu o "grande mito" da inteligência americana, ao ultrapassar todas as barreiras de segurança. O nigeriano terá embarcado com visto norte-americano válido.

O avião seguia de Lagos, na Nigéria, para Detroit, escalando em Amsterdão, com 278 passageiros a bordo.

Um responsável da aviação civil nigeriana afirmou hoje que o terrorista comprou a passagem aérea no Gana, oito dias antes de o avião partir da Nigéria.

De acordo com a cadeia de televisão norte-americana CNN, o piloto do aparelho pediu autorização à torre de controlo para efectuar uma aterragem de emergência devido ao comportamento estranho de um dos passageiros.

O aparelho acabou por aterrar numa zona remota do aeroporto de Detroit, onde foram accionadas todas as medidas de segurança, sem que qualquer dos passageiros tenha sofrido ferimentos.

Segundo a CNN, a situação começou quando o passageiro em questão foi chamado à atenção por um elemento da tripulação por ter passado muito tempo dentro da casa de banho, o que provocou uma reacção exagerada da pessoa em causa.

Umar Faruk transportava explosivos colados ao corpo, entre os quais pentrita, um explosivo muito potente que pode ser activado com um detonador e fonte de calor.

O Departamento de Justiça norte-americano anunciou sábado que as autoridades federais tinham nesse mesmo dia acusado formalmente Umar Faruk/Abdul Mutallab de tentativa de destruição de um avião comercial.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: Jeff Kowalski/EPA
Al-Qaeda reivindica tentativa de atentado contra voo da Delta-Northwest Airlines | © Jeff Kowalski/EPA

2 comentários

  • É interessante como numa única notícia se faz alusão a dois casos diferentes como se tratasse de um único (o caso do que tentou detonar algo e o caso daquele passou "demasiado" tempo no WC e que reagiu de forma suspeita quando foi chamado a atenção...aproveitem e incluam o caso da ex-mulher do donald Trump!
    amsf | 28.12.2009 | 21.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • 28.12.2009 | 21.37Hcomentário reprovado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE